É basicamente isto.

É basicamente isto.

8 de março de 2013

Parabéns a Nós.

E a eles, aos que dão o devido e merecido valor às mulheres que vão tendo a sorte de ter ao lado. Que tornam o mundo menos cinzento, mais rico, menos insensível, mais ambíguo, até, com toda a magnificiência que isso implica.
Esta data traz o problema do costume : "Todos os dias são dias da Mulher, devem ser sempre valorizadas, e isto é redutor e etc, etc, etc". Que chatice de discurso é este, pessoas? Já se sabe isso, é um lugar comum tão grande, que já aborrece. Todos os dias devem ser dias de tudo o que tem valor e nos rodeia. Da Mulher, do Amor, da Criança, dos Animais, das Arvóres e do que quisermos. Até o Natal é sempre que um homem quer, não é?  Já se sabe. Mas estas datas são homenagens, e as homenagens são bonitas, ou não? Deixem-se de coisas, vá.
Toca a homenagear hoje, ainda mais do que nos outros dias, as Mulheres fantásticas que existem.

Deixo-vos um texto do Rui Zink, que é dos meus favoritos. Não concordo com tudo, tudinho, mas é mais ou menos isto, sim.

"Tratam-nos mal, mas querem que as tratemos bem. Apaixonam-se por serial-killers e depois queixam-se de que nem um postalinho. Escrevem que se desunham. Fingem acreditar nas nossas mentiras desde que tenhamos graça a pregá-las. Aceitam-nos e toleram-nos porque se acham superiores. São superiores. Não têm o gene da violência, embora seja melhor não as provocarmos. Perdoam facilmente, mas nunca esquecem. Bebem cicuta ao pequeno-almoço e destilam mel ao jantar. Têm uma capacidade de entrega que até dói. São óptimas mães até que os filhos fazem 10 anos, depois perdem o norte. Pelam-se por jogos eróticos, mas com o sexo já depende. Têm dias. Têm noites. Conseguem ser tão calculistas e maldosas como qualquer homem, só que com muito mais nível. Inventaram o telemóvel ao volante. São corajosas e quando se lhes mete uma coisa na cabeça levam tudo à frente. Fazem-se de parvas porque o seguro morreu de velho e estão muito escaldadas. Fazem-se de inocentes e (milagre!) por esse acto de vontade tornam-semesmo inocentes. Nunca perdem a capacidade de se deslumbrarem. Riem quando estão tristes, choram quando estão felizes. Não compreendem nada. Compreendem tudo. Sabem que o corpo é passageiro. Sabem que na viagem há que tratar bem o passageiro e que o amor é um bom fio condutor. Não são de confiança, mas até amais infiel das mulheres é mais leal que o mais fiel dos homens. São tramadas. Comem-nos as papas na cabeça,mas depois levam-nos a colher à boca. A única coisa em nós que é para elas um mistério é a jantarada de amigos – elas quando jogam é para ganhar. E é tudo. Ah, não, há ainda mais uma coisa. Acreditam no Amor com A grande mas, para nossa sorte, contentam-se com pouco." 

Criaturas adoráveis que somos, digo eu. A melhor criação de todos os tempos, mesmo à frente da roda.

11 comentários:

  1. Parabéns a ti:)
    Parabéns pelo texto.
    Genial:)
    Chorei e ri o que é bom sinal...pelos vistos confirma-se, sou mulher ah e sim, acredito no Amor com A grande:)

    Jinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre com A grande :)

      Que tenhas tido um dia à tua altura! Bjs

      Eliminar
  2. Parabéns a todas as mulheres :)

    Dia Feliz!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! E parabéns a ti, que a(s) valorizas.

      Eliminar
  3. Parabéns pelo dia!

    Agora vou lançar um desafio polémico: mulheres, experimentem ver o mundo tirando da equação a questão do: "aconteceu assim porque sou mulher... não fui promovida porque sou mulher... não ganho tanto porque sou mulher... etc...".

    Antes uma história de enquadramento:

    A decisão mais complexa que já tive de tomar em termos de recursos humanos foi ter de optar entre duas pessoas (um homem e uma mulher), relativamente a qual deles deveria ocupar um cargo que iria representar uma "promoção". Ele vinha de um bom ano e ela de um ano assim-assim e como tal ele teve uma melhor avaliação de desempenho (dada por mim) que ela. Terei sido machista?

    Perante isto qual dos dois terá sido "promovido"?... Ela... Apesar de vir de uma avaliação de desempenho inferior. A razão é simples: a "promoção" era para tarefas de natureza diferente, no casso, passar de um cargo mais técnico para um cargo mais de gestão, e as avaliações tinham sido relativas ao desempenho passado de funções exclusivamente técnicas. Acontece que nem sempre o melhor técnico dá o melhor gestor: são funções diferentes que requerem competências diferentes, e nessa altura a decisão foi para quem me pareceu com melhor potencial e capacidades para exercer as funções do cargo. Terei sido feminista?

    No meio disto tudo onde é que ser homem ou mulher fez parte da equação? Não fez: foram opções racionais tomadas com o sentido de justiça que tenho. Pode-se concordar mais ou menos com os critérios, mas nada mais do que isso.

    Portanto, desafio: experimentem lá apagar da memória essa coisa do "...é porque sou mulher..." e veja lá se não passam a ver algumas coisas novas não obrigatoriamente “primitivas” no mundo que vos rodeia… ;)

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Sérgio :)

      Quanto ao desafio, percebo a moral da história. No entanto (teimosa, eu), e apesar de concordar que os cargos devem ser atribuídos tendo em conta as especificidades de cada e a quem melhor as preencher, não é estranho que a larga maioria de cargos mais "altos" seja entregue aos homens? Haverá mesmo justificação para essa tendência que não a discriminação que ainda existe? Ainda hoje li sobre o estudo que saiu sobre as mulheres em altos cargos : casam menos, divorciam-se mais. O preço a pagar é, invariavelmente, mais alto quando se é mulher. E começa muito por casa. Pelo facto do Marido raramente "aceitar" a maior ausência da Mulher, ou, pior ainda, o salário mais chorudo. Ao contrário, o mesmo não acontece. A tendência é para tolerar as ausências e até colmatá-las, e o ordenado maior do Marido não faz confusão.

      Bom fim de semana, bjs

      Eliminar
  4. Agora por aqui... Um excelente dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que o teu também tenha sido! Obrigada.

      Eliminar
  5. Não percebo porque, criaturas maravilhosas como somos hoje tivemos que ir trabalhar!

    Desconfio antes que deveríamos por certo ter passado estas horinhas (horas, desculpe srªC.) num qualquer Spa daqueles 5 estrelas com uma vista fantástica. Assim esticadinhas numa marquesa em pleno Douro :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na quinta feira, despedi-me do meu Director com um "Bom fim de semana!!". Depois expliquei que seria uma ideia dar o dia às mulheres...não pegou. Não entendo, também.

      Eliminar
  6. Sabes que não faço questão em dias para mim esse dia e como tu disseste são todos os dias, devia haver vontade em termos sempre um gesto de carinho e de amor mas muita gente funciona mais ou menos como o dia dos namorados ou a época de Natal ou tudo parece um mundo e depois de volta à realidade, :(

    Feliz dia para ti, um mulher com M maiúscula e para todas as mulheres que fazem a diferença, ontem, hoje e sempre.

    beijinhos e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar

Elaborai à vontade a tua teoria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.