É basicamente isto.

É basicamente isto.

15 de maio de 2013

Tropecei no maluco dos malucos.

Tive um dia daqueles que dispenso e que, ao mesmo tempo, anseio às vezes pelo desafio que constitui. Cheio, stressante, estimulante, desafiante. Daqueles em que chegamos ao fim com a certeza que, seja qual for o resultado final, demos o nosso melhor.
Posto isto, estava morta por chegar a casa. Por acender as velas, por ligar os difusores, por atirar-me de qualquer maneira para cima do sofá. Para mal dos meus pecados, antes disso impunha-se uma ida rápida à superfície comercial aqui ao lado. "Ok, tu consegues, CM. Está quase, é só mais um fôlego". Vou eu, toda lampeira, corredor fora, quando me sinto observada. Instintivamente, olho para trás e vejo um homem, na casa dos 40/50 anos, com uma máquina fotográfica de aspecto profissional apontada a mim. Disfarçou de imediato, baixou a máquina e olhou para as montras. "Estás doida, CM! Estás cansada e doida e o senhor não tem culpa!". Avancei. Por descargo de consciência, volto a olhar para trás e toma lá! A mesma coisa. Honestamente, percebi hoje aquelas cenas de filme em que as mulheres começam a acelerar até desatar a correr para chegar ao carro. Ainda pensei em abordar a personagem e dar-lhe dois safanões na máquina. Ao invés, parei eu a observar as montras e esperei que passasse por mim. Ainda olhou para trás, e eu tive certeza que me tinha escapado qualquer coisa nesta situação toda. Vejamos : não sou modelo, não sou figura pública, não estava propriamente num good hair day, não conheço o homem de lado nenhum. A esta hora, vocês estão a pensar que dei o estalo. "Menos café, CM!". Pois não estou doida, acreditem. Se era uma daquelas acções de fotografar as pessoas na rua, aleatoriamente, no seu dia a dia, não sei. Mas que aquela objectiva estava apontada a mim, estava! E agora, que estou no final do post e muito mais paranóica do que no início, lembro-me que vivo sozinha. E vou ver se tranquei a porta...

30 comentários:

  1. Já temos paparazzi e tudo! Só chiqueza! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó-ó! Qualquer dia, falem fila. Uns tombam, os outros caem!

      Eliminar
  2. Foi um dia menos bom e precisas de descansar mesmo.
    Em relação à máquina fotográfica eu até entendo a tua beleza não passa despercebida, :)

    beijinhos e descansa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Sérgio, isso é dos teus olhos. És um querido.

      Bjs

      Eliminar
  3. ... chego a levantar-me da cama para ver se tranquei a porta! lool

    Mas eu tinha lá ido arrancar-lhe a máquina das mãos!! Uma pessoa sabe lá aonde é que vão parar essas imagens!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ver se tranquei a porta, se apaguei todas as velas...isto da dade é mesmo lixadissimo!

      Eliminar
  4. Provavelmente só mais um maluco...mas verificar as trancas da porta não fará mal!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Tinhas que lhe ter mandado duas no trombil...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era um quase idoso...ainda se desmontava!

      Eliminar
  6. Ele gostou de ti e queria recordar-te mais tarde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais valia ter-me pedido o meu Facebook! :D

      Eliminar
  7. Era caso para pelo menos chamar os seguranças, já para não falar em mandar identificar esse senhor pela PSP. É ilegal fotografar seja quem fôr sem a sua autorização.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto durou uns escassos 10 segundos. No tempo que ia demorar a encontrar um segurança, já o homem se tinha pirado...

      Eliminar
  8. Devias ter chamado o segurança, porque é proibido fotografar nos centros comerciais. Ou então avançavas para o gajo, a olhar para as montras e ias contra ele, por descuido e piravas-te enquanto ele apanhava os cacos da máquina.
    Metem nojo certos otários. :|

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, eu não percebi se era só um maluco ou se havia alguma maldade ali...e os seguranças já nem devem ligar a quem fotografa ou não nos centos comerciais, tendo a quantidade de gente que vejo em todos a tirar fotos.

      Eliminar
  9. Poxa! Eu ficava cagunfas de certeza :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu optei por pensar que era só uma pessoa com meio baralho...

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Sobre stalker alert, tens um post "engraçado" algures neste blog. Esse sim, um stalker!

      Eliminar
  11. E nem acredito que não abordaste o homem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E imagina que lhe abordava e ele negava ter tirado alguma foto, e armava uma confusão enorme e acabava eu por passar por doida...nãaa.

      Eliminar
  12. Irra, até eu fiquei nervoso com a história...Não é que alguém me queira fotografar, mas era incapaz de deixar ir embora o homem sem o confrontar.

    Numa próxima, que esperemos que nunca mais aconteça, não hesites. Especialmente se estiveres num lugar público com mais pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AChei que não valia a pena. Ainda que o abordasse, e se é que chegou a tirar alguma foto, muito rapidamente a apagava.

      Eliminar
  13. Estraaaaaaanho! se calhar é um admirador secreto!

    ResponderEliminar
  14. lool O que eu me ri!
    A mim acontece é eu estar a falar e tal e ficarem especados a olhar para mim!
    Já aconteceu uma mulher parar MESMO atrás de mim, inclinada a ouvir tudo, e olhar como se não houvesse amanhã!
    Virei-me:"Quer uma fotografia? Dura mais tempo!!"
    Ou pitas que ficam a olhar, e eu tenho mesmo de dizer:"Mas andaram a dizer que eu hoje dou autógrafos ou quê?! NUNCA VISTE? QUERES IGUAL?!"
    Se for algum gajo:"Que foi?" É bom mas não é para ti!"

    Não sei o que se passa com as pessoas... Sabes quantos famosos passaram por mim e eu nem dei fé? A última vez foi há umas semanas com o Patrício - guarda-redes do Sporting, raspou mesmo em mim e eu continuei a falar na boa, e o V. (sportinguista de alma) de boca aberta como eu nunca vi, especado a olhar para ele!!

    E eu, que sou uma "pé descalço" que aqui anda consigo ter mais fama que ele! (Se calhar é por ter ar de "menina" e dizer mais palavrões que um homem mau e feio! lool)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PAROU!!! Tu roçaste-te(peço desculpa, entusiasmei-me) no Patrício?? Eu não tenho sortes dessas, pá! Acho o moço, além de grande G.R., um mimo para a vista...ai acho, acho!

      Eliminar
    2. Eu não rocei nele, ele é que passou mesmo junto a mim!
      Eu nem sabia quem ele era, ia a andar a resmungar como sempre de alguma coisa quando o V. ficou estático.
      (Conto a experiência aqui: http://cronicas-jovem-atrapalhada-pt.blogspot.pt/2013/07/que-famoso-encontra-mos-ontem-no.html) =P

      Por acaso ele foi mesmo muito simpático e humilde, mas não gostei da atenção toda que lhe estavam a dar, porque eu também não gosto (e não sou famosa - ok, sou, pelo meu mau feitio) mas acho que os famosos têm direito a passear calmamente e "serem normais", por isso acho injusto todos lhes caírem em cima...

      Eliminar

Elaborai à vontade a tua teoria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.