É basicamente isto.

É basicamente isto.

17 de julho de 2013

O estranho caso da secretária que não se arrumou sozinha.

"Então CM, como vai esse regresso?"
"Ah, essa é simples":




Neste regresso ao trabalho, com a neura a bater no red line de forma perigosa, chego e a primeira coisa que me apetece fazer, é esbofetear-me. Sim, a mim. Não é ao chefe (à chefe, neste caso, que até lê o blog e portanto vamos dizer que é uma simpática - é mesmo, estou a meter-me contigo), mas sim a mim.

A minha secretária - e, antes de avançarmos, estamos a falar do móvel e não da senhora (a ter qualquer coisa do género ,seria um tipo que me fizesse ter vontade de levantar às 7 da manhã, mas avancemos...) que atende telefones e abre a correspondência - está, obviamente, como a deixei : incrivelmente desarrumada.  E sempre me pareceu estupidamente bem assim. Curiosamente, é assim que funciono. Dificilmente conseguiria trabalhar numa secretária arrumada, com muito espaço, sem pilhas de folhas, sem post-its "perdidos" mas com anotações preciosas, sem panicar de cada vez que me desaparece a lista das coisas por fazer, sem ouvir os comentários quase diários "Epá, CM, já vi repartições das finanças mais arrumadas" ou "já vi furacões deixar um raio de destruição mais pequeno" ( qual é a mulher que não gosta de ouvir que é um furacão?). Mas regressar a uma secretária caótica, dá a sensação de ter o dobro do trabalho. Já ofereci 10 euros a colegas para meterem ordem na situação, mas olharam para mim como se eu tivesse dito que este é o Verão mais frio dos últimos 1.780.76 anos.  
E enquanto vos escrevo este texto, penso "Mas CM!!! Quem te ler pensa que és uma desarrumada de primeira, uma tipa que vive no meio do caos. Que raio de mulher és tu?" Pois não sou! Está aqui um caso daqueles que muito dinheiro daria a psicólogos se me convencessem a meter lá os pés, porque a minha casa é o oposto disto. Está tudo IMPECAVELMENTE arrumado. SEMPRE. Já me perguntaram se vivo mesmo lá. "Ninguém" dorme naquela casa, sem arrumar tudo o que desarrumou. Não funciono de qualquer outra forma. Um tacho esquecido em cima do fogão, arrepia-me. Copos esquecidos nas bancadas? Roupa espalhada? São cenários impensáveis. E estou cada vez mais exigente neste aspecto.

Contraditória? Quem, eu?

Se há uma, uma que seja, alma solidária por aí que padeça do mesmo, que levante o dedo. Anyone?

25 comentários:

  1. Eu sou desarrumada em tudo! Aliás, basta dar-me para as arrumações que fico logo desorientada, sem saber onde estão as coisas.

    Para que saibas, e para te dar já uma apoplexia neste regresso à labuta, saí de casa e deixei a toalha molhada em cima da cama por fazer, roupa em cima da cadeira e a loiça do pequeno-almoço por lavar em cima da bancada da cozinha. Deverá haver mais desarrumação, mas eu agora não me lembro e também não quero dar já cabo dos teus "nérves"...

    Bem-vinda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Smelly, arruma já isso tudo!

      Toalha molhada em cima da cama por fazer...acho que o meu coração parou, momentaneamente.

      thanks girl :)

      Eliminar
  2. Sim... Quer dizer em relação à secretária somos iguaizinhos... O meu maior problema é que quando tenho a secretária arrumada nunca encontro nada...

    Lá em casa, de facto não mora quase ninguém (quer dizer, agora a mais que tudo está de baixa, por isso já não é bem assim), mas em situações normais chegamos os 2 a casa sempre tarde, a maior parte dos dias é jantar, arrumar a cozinha e ir para cima...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arrumar a cozinha antes de ir para a cama. Clap, clap, clap!

      Eliminar
  3. Olá CM,
    Bem vinda, ainda aguardava as fotos antes deste post mas pronto.
    Espero que tenham corrido bem as férias?

    Em relação ao texto não me espanta e confesso uma coisa, gosto das coisas arrumadas mas a minha secretário onde trabalho nunca está arrumada e por algumas vezes na minha vida encontrei a minha secretária arrumada, não sei se é bom sinal?

    Quando começo a trabalhar num lugar e quando abandono esse lugar onde trabalhei, por isso a minha secretária está sempre dessarumada e entendo-me perfeitamente, quando tentam arrumar estragam tudo, :)

    beijinhos e bem vinda, :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É não é? Quem é que se orienta numa secretária impecavelmente arrumada? A sério...

      Obrigada, Sérgio. Fotos prometidas para breve. Beijinhos

      Eliminar
  4. GATA levanta a pata.

    Eu quando chego ao estaminé tenho a secretária arrumada, porque arrumo-a sempre sempre de sair. Mas assim que começo a trabalhar... é a desarrumação total.

    Mas eu sempre fui assim desde que me lembro, tanto que o meu pai dizia que não entendia porque é que eu para arrumar tinha que desarrumar antes, mesmo o que já estava arrumado... Até que eu um dia disse que eu criava através do caos! :-) [além de doida, tinha a mania que era artista...]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Crio através do caos. ADORO!!! Vou começar a usar essa a ver se pega. É bem visto, minha artista!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Damns, Opinante. Como é que consegues?

      Eliminar
  6. Queres que eu arrume? É isso?
    Sou algo desarrumada, mas adoro ver tudo arrumadinho. Ando sempre à procura da rolha, é típico. Arrumado ou não, falta-me sempre qualquer coisa.
    Ultimamente procuro ter tudo mais em ordem,especialmente o quarto, porque me deixa mais tranquila :)

    Beijinhos, e ainda bem que estás de volta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arrumas, por favor? Sim? Dizes isso porque não a viste. Pensei postar uma foto, mas tive vergonha...

      Obrigada. Por tudo :)

      Eliminar
  7. Calma vai passar ...síndrome do regresso! Conheces??? Eu sim ...passei por isso há pouco!
    Quanto a secretárias desarrumadas.. sabes que desconfio sempre das arrumadas...talvez porque seja mulher experiente e já tenha visto muito!!!
    Já a casa não comento...na minha vê-se bem que lá vivo!!!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O dia arrastou-se, ou então fui só eu que me arrastei. Amanhã estou nova.

      Desde que vivo sozinha, que é assim. Pobre do homem que queira juntar trapos comigo...coragem!

      beijinho

      Eliminar
  8. Até posso desarrumar, mas quando saio, do trabalho, faço como em casa fica tudo arrumadinho...sei que estou a sair, não sei se e como regresso...

    jinhossssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai suri, bate lá aí na madeira! Regressas e sem enxaquecas, de preferência :** melhoras...

      Eliminar
  9. Já comigo é ao contrário...
    Na minha secretária onde eu trabalho está tudo "impec", até passo o teclado (fonte ENORME de germes), computador, secretária e até a cadeira com álcool de tempos a tempos, está aqui tudo"impec"...
    Até devia de levar um louvor só por estar assim!
    Agora... em casa?
    Eu ADORO ver tudo arrumado, mas quem arruma?! lool
    Como já disse num post meu, acho que a minha casa se desarruma sozinha...
    Se fosse menos pobre do que sou, até pagava a alguém ir lá, uma vez por semana...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caso oposto, mas igualmente contraditório :) deve haver uma explicação lógica para esta diferença de postura nos dois locais onde passamos a maior parte da nossa vida...estudem-nos, pá!

      Eliminar
  10. O excesso de organização da minha ex colega matava-me ela queria ser tão organizada que nunca sabia onde colocava as coisas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está. Isso nunca me acontece. Quer dizer...

      Eliminar
  11. Eu sou uma desorganizada de primeira!! :)
    Agora estou por aqui http://hellostrangerhellosunshine.blogspot.pt/
    Acho que sabes quem sou ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre a tempo de nos organizar!

      Já lá estou :)

      Bj

      Eliminar
  12. eu sou uma neurótica das arrumações e limpezas de primeira ... assumida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou quase, quase a chegar a esse ponto. À excepção da secretária, claro.

      Eliminar

Elaborai à vontade a tua teoria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.