É basicamente isto.

É basicamente isto.

3 de junho de 2013

Vamos lá a tapar esses regos, sff!

Sendo eu uma moça que habitou no Campo durante 32 Primaveras, até poderia estar aqui a falar  da terra, e da lavoura. De valas e de enxadas para tapá-las. O meu Pai ficaria até, certamente, orgulhoso e teria fé na continuidade do trabalho que desenvolveu durante uma vida. Mas não. Desiludo o Pai, ao mesmo tempo que crio imagens de terror nas vossas cabeças. Estou a falar do rego do rabo, mesmo. Eu peço desculpa, eu sei que a imagem é terrífica, mas daqui para a frente só piora.
Este não é um problema exclusivo do Verão, mas a verdade é que tende a agravar-se nesta Estação. O calor chegou há pouco tempo, e eu já perdi a conta aos regos que vi por aí. Sem pedir. Sem estar preparada. Sem estômago para isto. É um problema tendencialmente feminino, face ao uso de calças de cintura descida. É vê-las, por aí, de fio dental de fora. Uns bons 5 cms de fora, nalguns casos. Com calças que não lhes serviam aos 10 anos, quanto mais aos 30. Gosto particularmente das que vestem 2 números abaixo. Não só lhes temos que ver o rego, como toda aquela carne apertada de ambos os lados da cintura, que grita por ajuda (por um par de calças do seu número, diga-se). E se isto já é escabroso o suficiente, não esquecer que também a classe masculina nos presenteia de quando em vez, com esta visão. Alguns, até, acreditam que usar as calças uns bons centímetros abaixo dos boxers, é que lhes fica bem. E depois não só caem as calças, como descaem os boxers. E neste caso, geralmente - e peço mais uma vez desculpa pela imagem, mas há coisas que têm que se chamar pelos nomes - com o bónus dos pêlos. Pior do que ver um rego, só vê-lo carregado de pêlo.
É vê-los, por aí, em cada esplanada, em cada areal, em cada cadeira com as costas abertas - fim a estas cadeiras, digo eu- enquanto eu tento por tudo acalmar o meu estômago e constato que um dos grandes males da humanidade, é a falta de noção. De todas as espécies.
Por isto, e a bem da minha sanidade mental, o meu apelo no dia de hoje é este : "tapem bem esses regos, pá!!". Agradecida.

42 comentários:

  1. Isso é um degredo... Há rabos de fora por todo o lado... E não, não são bonitos! E, ainda para mais, essas calças só acentuam as banhocas já existentes: é ver aquilo tudo a transbordar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era tira uma foto a esta gente, e mostrar-lhes mesmo à frente dos olhinhos para perguntar se acham que é bonito...

      Eliminar
  2. Nos gajos torna-se mais nojento porque além de mostrarem os boxers e o rego, andam a varrer o chão com as calças. Imagino um gajo a passear pelas ruas de uma cidade com os passeios cobertos de escarretas (porque o tuga ainda não aprendeu a cuspir no lenço), com as bainhas das calças a servirem de esfregona.
    É repugnante pensar que alguém vai ter de lavar aquelas calças. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou oficialmente mais agoniada, Somaijum...

      Eliminar
  3. Graças a Deus que o meu homem anda sempre composto, com a camisa dentro das calças, e com elas no sitio. Não posso com essa mania dos boxeres à mostra, e consequentemente tudo o resto.
    Em relação às mulheres, se algumas é por descuido e assim que se aperecebem, apressam-se a puxar as calças, outras há que acham mesmo que é sexy andar com o fio dental à mostra. Eu acho que de sexy nao tem nada, é só vulgar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Homem meu, também ia ter que fazer uma escolha entre mim ou os boxers de fora.

      Nem mais, é só mesmo vulgar. Nem aos 15 anos se aceita que achem isto sexy.

      Eliminar
  4. Tenho pavor a gente mal vestida :s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também há outras coisas que me ferem a vista, mas é isto de sair à rua sem qualquer noção do ridículo, que me faz mesmo mais confusão...

      Eliminar
    2. Faz um post sobre isso tudo :p

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Vou começar a andar com um alfinete nos bolsos...

      Eliminar
  6. Opá... as coisas que tu reparas... ou então sou eu que vivo com a cabeça noutro planeta e passo ao lado dessas coisas. Amanha prometo que vou andar atento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério, dá-te por feliz! E não faças atenção, estás bem melhor assim...vai por mim.

      Eliminar
  7. CM loool,mesmo a combinar com o que publique hoje.. vai lá ver o que vi na praia LOl, prepara esses olhinhos! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JASUSA, vou lá ver! Mas vou com medo!

      Eliminar
  8. Há mulheres que querem dar tanto nas vistas que o fazem de uma forma tão ridícula (era preferível ir para a lavoura LOL)
    Quanto aos homens é descuido (excepto os teen) ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo aqui com a visão do NightDark :P

      Eliminar
    2. Eu já andei na lavoura, e garanto que andava em melhores propósitos :)

      Quanto aos homens...é falta de noção, na mesma. Não tentem escapar.

      Eliminar
  9. epá, o meu rabo e rego têm pelo... mas não o ando por aí a mostrar a ninguém! :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nós agradecemos por isso, Mustache. Não penses que o teu esforço é em vão.

      Eliminar
  10. So faltou a menção ao fio dental ou à cuecona (existe as duas versões) por baixo de uma calca transparente. Coisa boa...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, esse clássico de qualquer verão, juntamente com o top/soutien com atilhos nas costas...

      Eliminar
  11. Junto-me ao teu apelo, revolta-me as entranhas!

    ResponderEliminar
  12. Amiga compreendes-me tão beemmmm! Eu apanho cada susto! E depois como sou uma rapariga muito "discreta" (not) ninguém percebe onde os meus olhos se "congelaram", ainda por cima perguntam em silêncio ao destinatário/a "Mas tu não tens vergonha no focinho?!" e mesmo sem dizer palavra, garanto-te que recebem a minha pergunta!

    Tenho uma "teen" em casa que sabe há muito o significado da palavra: "decência"!
    A mais nova tem 10 anos, hoje escolheu um vestido para ir para a escola, mas...vestiu una calções por baixo "assim podem levantar-me as saias à vontade, vão-se arrepender, porque depois ainda levam por cima!". Resta-me esperar que este bom senso perdure:)

    jinhossssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suri, tens as tuas piolhas tão bem ensinadinhas ahahahah

      Eliminar
    2. Faço o que posso e sei boneca:) resta-me fazer figas para que resulte;)

      jinhosssss

      Eliminar
    3. Ah, grande mulher, Suri! É isso, rédea curta. Já lhes basta o que devem ver na escola, certamente...que medo!! Pode ser que ainda ensinem umas coisas às colegas :)

      bjs

      Eliminar
  13. O apelo esta muito bem feito e concordo por completo com ele, agora resta esperar que o pessoal ganhe um bocadito de tino na cabeça e se tape bem tapadinho para o bem da sociedade ;)

    ResponderEliminar
  14. Eu acho que pior do que o descuido do fio dental sair cá para fora é mesmo quem o faz propositadamente -.-´ e eu até pensava que isso já não se usava...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ainda há muita gente que anda com o fio dental de fora, propositadamente...não tenho dúvidas. É a única explicação...

      Eliminar
  15. E calção transparente com fio dental por dentro...brrrr!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer parte de baixo transparente, é uma receita perfeita para a desgraça se a pessoa não tiver bom senso...

      Eliminar
  16. Também é coisa que dispenso bem :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu. Era obrigá-los a olhar para a figurinha uns dos outros durante uma semana, num qualquer lugar longínquo ;)

      Beijinho

      Eliminar
  17. Os "mealheiros" com as fisgas de fora, infelizmente, já vão sendo uma instituição...eheheh

    No que respeita aos rapazes, acho que deviam todos ler isto:

    http://www.exoticlic.com/2011/09/origem-estranha-da-moda-de-calcas.html

    Acabavam-se logo as modas...ou talvez não...não sei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MUITO BOM! isto tinha que ter uma explicação...só não pensei que fosse tão "explicita" ;)

      Nix, aguardo o teu blog. Não me esqueci!

      Eliminar
    2. Nem tu, nem eu...ehehehe...lá chegará o dia...

      Eliminar
  18. Também já me queixei do mesmo...
    Já nem me lembro onde comentei:"A liberdade de um termina quando a de outro começa" porque, indo eu para a praia/piscina preparada não só para torrar, mas para andar à vontade, nadar, eu vou sempre com um biquíni desportivo (parte de cima desportivo e calções de banho - aqueles pretos de natação).
    Ora, a mim mete-me nojo ver "buracos mal lavados" e tetas que mais parecem figos secos!!
    Mas já não posso andar à vontade sem encontrar pessoas que gostam de deixar pouco à imaginação?!


    É tão... deselegante!!
    E o andar na rua, há tantos vestidos, conjuntos lindos, frescos e que não exijam mostrar a pele toda, cantos que eu nem sabia que existiam!!!

    Já vi miúdas de 14 anos com mais coisas de fora do que aquilo que eu tenho! É ridículo!! No meu tempo se saísse assim de casa levava uma coça "com gato morto até ele miar"!


    Não sei o que se passa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És tu e eu! Uma vez, devia ter uns 16 anos, tentei sair para escola com um simples rasgão nas calças de ganga. Daqueles que estavam (e estão) na moda...qual quê? o Pai J. viu-me sair, e em meia dúzia de palavras deixou bem claro que eu só meria pés na rua depois de trocar de roupa! Pumba!

      Eliminar
    2. Mesmo! Eu andava com aquelas calças boca-de-sino que mais pareciam duas saias, e aquilo ficava tudo sujo e rasgado por arrastar no chão, e a minha avó uma vez viu e disse:"veste-te como uma mendiga por quê? Ainda pensam que passas fome!" OMG, fiquei tão lixada!
      E a minha mãe: "Não tens vergonha de andar assim vestida?"
      Andava eu de ténis skate, boca-de-sino e t-shirts do Eminem largueironas que mais pareciam vestidos, e mandavam vir, então se saísse com os pêlos púbicos de fora como eu já VI as pitas de agora, que seria de mim?!

      Eliminar

Elaborai à vontade a tua teoria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.